.mais sobre mim

.posts recentes

. NOVO BLOG!!

. Bono, arraçado de pastor ...

. Cadelinha porte mini mini...

. Simão-Cachorro jovem cego...

. CANICHE VELHO, CEGO, ATER...

. CANITO URG!!!3 CÃEZINHOS ...

. ADOPÇÃO URGENTE - Pipoca ...

. AMANTES DOS PITBULL

. Continue a apoiar a camp...

. King - FOI ATACADO MUITO ...

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


.arquivos

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds

.Bem vindo ao blog das adopções

Domingo, 5 de Março de 2006

SITUAÇÃO MUITO URGENTE - Poly, 4 anos, porte médio grande

O meu nome é Poly e venho aqui contar a minha história.

Sempre vivi aqui neste bairro e durante alguns tempos, tive um dono. Mas não era um dono que me amava, era um dono que não me ligava nenhuma, que me tinha sempre preso por uma corrente muito pequenina, que raramente me alimentava ou me dava de beber. Quando chovia, eu ficava à chuva, sem um abrigo, sem um sitio onde me esconder.....
A água que bebia era a água da chuva, ai pois era, não me punham outra. E assim se foi passando a minha vidinha.

Um dia o meu dono foi para uma casa nova, casa essa onde não havia espaço para mim. Deixou-me aqui sozinho neste sitio, agora já quase um descampado, deixou-me aqui sozinho entregue à minha sorte, e eu .... fiquei .... nunca conheci outro sítio na vida e apesar de tudo, era aqui que eu morava.

Como não tenho onde me abrigar, lá vou fazendo pela vida, e descobri uns buracos, uns restos de casas demolidas, onde me posso esconder, do frio e da chuva, ou fugir ao calor nos dias mais quentes.

Agora como todos os dias, pois uma amiga descobriu-me e vem aqui deixar-me papinha para que eu não passe fome.

Mesmo ao lado há uma estrada, onde passam carros a acelerar. Por várias vezes já corri riscos de ser atropelado.

Mas se esta não era uma vida lá muito segura, agora ainda se tornou muito pior. As demolições começaram a sério, agora toda esta parte onde eu ando, vai ser tudo completamente arrasado, para se poder recomeçar a construir.

Neste momento já não tenho aquele cantinho onde me abrigava, neste momento estou à chuva e ao frio.

As pessoas aqui não gostam lá muito de mim, fazem-me mal, ameaçam-me e estão sempre a dizer que vão chamar o canil para me levar. Esta é outra das minhas preocupações. E agora com os senhores e as máquinas que por aqui andam....já todos me conhecem e mais cedo ou mais tarde vão levar-me.....Sad

Há cerca de 2 semanas, alguém me atirou uma pedra, que acabou por me cegar do olho direito. Se me aproximei foi em busca de carinho.....

E é esta... a minha história. E que mais posso dizer? Que tenho cerca de 4 anos, sou simpático e meiguinho, um porte médio / grandinho e a tristeza de nunca na minha vida ter sabido o que era um LAR. Um daqueles verdadeiros, onde o amor canino e o amor humano se confundem ..... e ficam como que ligados para toda a vida.

Por favor não me esqueças.... e divulga-me pelos teus amigos e conhecidos. Quem sabe, no meio deles, estará um dono para mim?

Poly

Contactos:

Catarina Pilar: 966279927

catarinapilar@gmail.com


publicado por Catarina Correia às 22:43

link do post | comentar | favorito
|

.as minhas fotos